Eu sou Ninguém

“Há muitos séculos atrás, um poeta descreveu a peregrinação de um homem, Ulisses, para voltar até uma ilha chamada Ítaca onde sua bem amada o esperava. Enfrenta muitos perigos, de tempestades a tentações de conforto. Em determinado momento, quando está em uma caverna, encontra um monstro com apenas um olho na testa.
O monstro pergunta seu nome:’Ninguém’, diz Ulisses. Lutam, ele consegue atravessar o único olho com sua espada, e fecha a caverna com uma rocha. Seus companheiros escutam gritos e vêm socorrê-lo. Notando que existe uma rocha na entrada, perguntam quem está com ele. ‘Ninguém’!’Ninguém!’, responde o monstro. Os companheiros partem, já que não existe nenhuma ameaça à comunidade, e Ulisses pode continuar sua caminhada…
– Seu nome é Ulisses?
– Meu nome é NINGUÉM!!!!

Fonte: O zahir, Paulo Coelho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: